Início » Economia solidária » Economia solidária invade a Avenida Paulista no mês de Agosto

Economia solidária invade a Avenida Paulista no mês de Agosto

Postado por Cécile Petitgand 11 de agosto de 2015 2 Comentários

economia-solidaria-agosto

Seminários, exposição, feira de economia solidária, cultura e ocupação urbana tomarão a Avenida Paulista no mês de agosto. De 08 a 16/08 um mosaico de atividades se distribuirá por espaços da Paulista, reunindo conceitos, perspectivas e produtos da economia solidária, ou inspirados por ela, na cidade de São Paulo. Os paulistanos poderão entender melhor como a economia solidária se articula no território e que tipo de serviços e produtos são ofertados, incluindo arte, artesanato, costura, dentre outros.

O design como inspiração e possibilidade para a economia solidária é o tema da exposição Design, Artesanato e a Cidade, que acontece no Conjunto Nacional, de 10 a 16/08, realização da Associação Objeto Brasil, Coletivo Brasil Design, UNISOL SP, com apoio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo, Associação Brasileira de Estilistas (ABEST), Instituto Ecotece e empreendimentos de costura e artesanato completam a mostra. O projeto expositivo é de Adriana Yazbek e os expositores são confeccionados também por empreendimentos de economia solidária, em marcenaria.

A economia solidária está também presentes em dois outros eventos de design que acontecem durante o mês de agosto: o Design Weekend, maior festival de design da América Latina, realizado de 12 a 16/08; e a Craft Design, feira de negócios, tendências, decoração e design que acontece de 13 a 16/08. Um seminário focado em design e economia solidária ocupa a Sala Oscar Niemeyer, no Cine Caixa Belas Artes, no dia 12/08, das 13h às 17h.

Produtos originários desta economia poderão ser consumidos na Feira de Economia Solidária (promovida pela Rede Estadual de Saúde Mental e Economia Solidária) no Parque Mário Covas, no dia 08/08, e durante a movimentação cultural que ocupará o Vão do MASP de 10 a 14/08. Mobilidade urbana, moda, roda de samba, oficinas, saraus, exposição de telas de artistas urbanos e outras atividades envolvendo empreendimentos e coletivos da Economia das Culturas/Criativa acontecerão sob o vão do museu.

A mobilização é parte do Projeto Economia Solidária SP Como Estratégia de Desenvolvimento, realizado pela Secretaria Municipal de Trabalho, Desenvolvimento e Empreendedorismo (SDTE) e pela UNISOL SP – Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários. O projeto tem como objetivo ser instrumento de construção de uma Política Pública Municipal de Economia Solidária e Empreendedorismo na cidade, combinando um marco legal adequado com um conjunto de ações de articulação dos empreendimentos e empreendedores populares, bem como consolidar o comércio justo e solidário na cidade por meio da articulação de inciativas e da consolidação de uma estratégia em rede. Participaram da primeira fase do processo (mobilização e levantamento), de janeiro a julho, 570 pessoas, que muitas vezes representam mais de um empreendimento. Foram alcançados 312 empreendimentos, 108 entidades parceiras, de apoio e comercialização, e 3.734 pessoas.

Sobre Cécile Petitgand

Cécile Petitgand
Doutoranda em administração na Universidade Paris-Dauphine e na USP, sou apaixonada pelas inovações desenvolvidas pelas organizações que pretendem usar os mecanismos de mercado para resolver grandes problemas sociais e ambientais. Acredito no poder de mudança do empreendedorismo e no grande potencial das novas redes de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *